segunda-feira, 20 de março de 2017

Desencalhada: saia midi floral

A viagem ao Brasil permitiu que eu desencalhasse váááárias roupas de verão e uma delas foi a saia midi floral. Confesso que hoje eu olho para esta peça – comprada em 2015 – e sinto que não é mais a minha cara. A junção da estampa de jardim (kkkkk) com a modelagem armada e com pregas é muito lady para o meu estilo atual, que pende para o despojado. Não acho-a feia, porém atualmente tô curtindo outra proposta quando me visto.

De qualquer maneira, ainda não quero me desfazer dela e por isso me forcei a pensar num look que me representasse. Daí que eu sempre reparo nas vitrines do outlet onde trabalho e, num dia, o banner de uma loja me chamou a atenção: na foto, uma saia parecida com a minha coordenada a uma t-shirt listrada! Pronto – era assim que eu iria usá-la de novo!

Encasquetei que valeria pena ir atrás de um top cropped por ser mais moderno do que uma blusa comum, até porque a saia tem a cintura alta, então deixaria à mostra somente uma pequena faixa de pele no abdômen. Sortuda que sou, encontrei o top no saldão da Forever 21 por apenas US$ 3, kkkkkk! Gostei que ele ficou justinho no corpo, compensando o volume da parte de baixo (procuro sempre equilibrar uma peça colada com outra mais soltinha). O decote nas costas também me agradou – e o melhor é que as cores (preto e off-white) renderam um harmonioso mix de estampas. 

Gostei da combinação, mas por um momento me estranhei: fazia muuuuito que eu não colocava duas roupas estampadas de uma vez só.... Parece que estou numa fase “minimalista” (considerando o meu antigo estilo exagerado) e preferindo misturar uma roupa e um acessório por ter menos impacto no visual. Quem me viu e quem me vê!

Nos pés, a sandália nude veio a calhar, afinal, a produção já tinha informação suficiente. Mesmo assim ela não é de toda básica: as tiras finas e o acabamento em verniz garantiram um toque sofisticado e feminino.

De bolsa, escolhi a preta com spikes por ser prática e fashion. Graças à versatilidade das alças (curtas e longas), ela se tornou a grande companheira desta viagem, já que em determinados momentos a carregava pela mão e, em outros, na transversal ou a tiracolo, deixando os braços livres.

Finalizei a produção com óculos de sol e maxibrincos prateados (assim dispensei o uso de colar).

A saia midi estava sumida do blog há exatamente um ano, quando montei uma proposta ousada com top cropped preto, jaqueta de matelassê e bota over the knee:

Este look provou que sempre é possível encaixar uma peça – que isoladamente não faz a nossa cabeça – em uma composição que seja fiel a nossa personalidade. Como bem definiu a musa Isabella Fiorentino, apresentadora do Esquadrão da Moda: moda é treino e cabe a nós testarmos diferentes combinações em frente ao espelho até chegar a um resultado que nos agrade. Este exercício fortalece a construção de um estilo mais apurado, além de nos obrigar a pensar fora da caixinha!

Um beijo e até o próximo post!

segunda-feira, 13 de março de 2017

Look: vício em preto

As férias no Brasil acabaram e já voltei para o frio dos Estados Unidos, porém ainda tenho vários looks de verão para postar! O de hoje – que usei duas vezes (uma em Ribeirão Preto e outra em Itatiba) – comprova a minha recente obsessão pela cor preta. Desde o ano passado, estou na fase dos tons neutros, mas o preto em especial tem reinado no meu acervo, desbancando o favorito até então, o azul marinho.

Percebi este vício quando estava fazendo a mala da viagem e selecionei (inconscientemente) muitas roupas pretas, tanto lisas quanto estampadas. Uma delas é o novo macacão sem mangas que comprei na Burberry. Além de ter sido uma pechincha extraordinária, amei a modelagem – sinto que fiquei magra, longilínea e elegante, haha. Pena que as fotos não captaram a diferença dos tecidos entre a blusa e a calça, o que quebra a monotonia da cor única (de longe até parecem duas peças distintas, mas se você reparar no elástico na cintura percebe que é um macacão). Já o detalhe do laço na gola agregou um toque feminino, equilibrando com o lado clássico da alfaiataria.

Na bagagem, levei somente duas sandálias – então revezava entre a preta e a nude. Para esta produção, preferi a preta em função do detalhe das asas douradas, garantindo assim mais imponência e sofisticação. O salto fino e delicado também conferiu uma pitada de sensualidade aos pés. 

Já a bolsa vermelha de matelassê foi escolhida no intuito de agregar um ponto colorido no visual all black. Acho chique este modelo com as correntes douradas e por isso acredito que conversou com o estilo dos demais elementos. 

A cereja do bolo foi o brinco rosa, que harmonizou com os complementos vermelhos (repara no batom!) em função da proximidade no círculo cromático – ambas são cores quentes e funcionam bem juntas. 

A bolsa em questão teve sua estreia no blog em um look inspirado na moda navy com a blusa listrada e saia azul de franjas:

Apesar de curta, amei e aproveitei muito a viagem ao Brasil. Reencontrei pessoas queridas (família e amigos), matei as lombrigas gastronômicas (e engordei, kkkk), porém fiquei triste de ver a situação do País. A cidade onde nasci, por exemplo, está meio que jogada às traças: muito buraco nas ruas, muitos comércios com as portas fechadas, fila gigante nos hospitais, supermercados com preços nas alturas… Visitei as empresas onde trabalhei e pensei que talvez eu estaria desempregada hoje, pois a área de comunicação é uma das primeiras a sofrer cortes. Então, percebi que mesmo com todas as dificuldades que enfrento por morar nos EUA (reveja o post que escrevi sobre o assunto), minha vida é melhor aqui... A verdade é que Deus sabe o que faz, né? E cabe a mim agradecer e confiar! 🙏🏼

quarta-feira, 8 de março de 2017

Arezzo Itatiba: ganhe desconto no lançamento da nova coleção!

Gente, olha que boa notícia neste Dia Internacional da Mulher: amanhã a partir das 14h será realizado o coquetel de lançamento da coleção Inverno 2017 da Arezzo Itatiba e as leitoras do blog Vaz com Estilo ganharão 5% de desconto em qualquer forma de pagamento – um belo incentivo para entrar na moda com o pé direito! 

Como estou na cidade, fui até a loja para fotografar os produtos e compartilhar com vocês em primeira mão! Confiram a variedade:

Quem gosta de uma pegada vintage nos looks vai adorar os sapatos boneca e os modelos com salto bloco (inclusive, já aderi a esta trend, ihihihihi). Num mix de estilos entre retrô e contemporâneo, vocês encontrarão acabamentos suntuosos como Jacquard, bordados, croco e principalmente veludo (conforme adiantei no post anterior; vejam como estou antenada, kkkkk).

Uma das grandes apostas da marca nesta temporada é a flat mule, que promete se consolidar como “A” tendência de 2017. O bacana é que, apesar de passar uma imagem informal, ela moderniza o visual sem comprometer o conforto. Se combinada com vestidos e saias curtas, a mule garante sofisticação e elegância, fazendo um contraponto à feminilidade dos demais elementos. Já a versão com salto alto (que eu amo!) ajuda a alongar a silhueta, especialmente quando coordenada a peças de comprimentos achatadores, como a saia midi e a pantacourt. 

O metalizado segue em alta em calçados com plataformas e flatforms (e seus solados tratorados), mas a principal novidade é o glitter aplicado em cima do couro, inovando este material tão característico do inverno. Neste mood, os modelos da vez são as botas de cano curto, o atemporal scarpin, o oxford (que definitivamente caiu no gosto da mulherada) e a sandália meia pata.

O boho e o folk – que são inspirações recorrentes no universo fashion – também marcam presença nesta coleção através do rústico do couro envelhecido, camurça e tressê, além das icônicas franjas. Já a cartela de cores é sóbria e delicada ao mesmo tempo e dá o tom da estação mais fria do ano: preto, branco, prata e dourado, além das nuances de azul, de rosa, de marrom e de nude. Assim, deve agradar o estilo de todas as mulheres. 

Curtiram este preview? Então não percam o evento de amanhã e mencionem que ficaram sabendo pelo blog para receber o desconto! A Arezzo Itatiba está localizada na Rua Rui Barbosa, 220 – Centro. Mais informações pelo telefone (11) 4487-2700.

segunda-feira, 6 de março de 2017

Look para ir ao shopping

Eu vim ao Brasil com a mala recheada de roupas novas que comprei especialmente para a viagem, já que onde moro não faz tanto calor, eu emagreci e poucas peças estavam me servindo legal. Porém, às vezes não sei me controlar e, numa ida à Riachuelo, fiz outra aquisição: um macaquinho de animal print, hehe! Vejam só:

Precisava comprar? Não! Mas pensei no seguinte:
1) A estampa de bicho é a minha preferida ever
2) Eu ainda não tinha um macaquinho
3) Amo peças com bolsos e com decote nas costas
4) O babado está suuuuper na moda aqui (e não tem nada parecido nos EUA porque essa trend não vingou lá)

Ansiosa que sou, usei em Ribeirão Preto para ir ao shopping com uma amiga – e fiquei impressionada como as pessoas vão arrumadas pra shoppings! A mulherada capricha meeeesssmo! Já eu gosto de uma pegada despretensiosa no look, então ao invés de salto alto apostei no conforto da sapatilha da verniz preta que ganhei de aniversário do meu irmão (é o modelo clássico de matelassê da Arezzo).

Complementei com a bolsa preta de spikes da Michael Kors – e qual não foi a minha surpresa ao perceber que os spikes estão bombando nas lojas daqui? Vi muito em calçados, especialmente em scarpins e sandálias. Outra tendência forte que notei foi o veludo – não só nas roupas, mas em sapatos também (sim, eu entrei em vaááárias sapatarias, pois adoro as marcas brasileiras).

A produção teve ainda um mix de pulseiras de diferentes banhos, anel e óculos de sol aviador com lente degradê.

A bolsa preta foi uma das recentes aquisições e sua estreia no blog ocorreu em um look com calça branca destroyed, regata amarela e espadrille estampada:

Claro que adorei o macaquinho (senão não teria comprado), mas confesso que achei caro por ser Riachuelo (paguei R$ 130)! Aliás, como os preços estão nas alturas! De qualquer maneira, antes de viajar, eu fiz uma limpeza no meu closet e tirei roupas que não uso para realizar um bazar em Itatiba (faço isso sempre que venho ao Brasil). Também trouxe acessórios, maquiagem e eletrônicos – assim consigo levantar alguns Reais para gastar sem tanta culpa, rs. Desta vez, porém, vendi bem menos do que esperava e ainda tem bastante peça disponível! Se você, cara leitora, estiver interessada, dá uma olhada no meu Facebook que postei fotos de tudo!

sexta-feira, 3 de março de 2017

Look: navy moderno

Oie! Voltei com mais um look direto de Ribeirão Preto! Neste Carnaval, saímos quase todas as noites para rever os amigos e agora tenho muitos looks pra postar no blog! Fomos em vários restaurantes que eu estava com desejo e, nesta brincadeira, devo ter engordado uns 2kg (minha barriga que o diga, haha). Porém, na maioria das vezes não dava tempo de fotografar antes de sair de casa (correria sempre), então no dia seguinte eu vestia tudo de novo para fazer o registro com calma – e com a luz do sol as imagens ficam beeeem melhores!

Uma das primeiras peças que coloquei na mala foi a saia midi de franjas. Eu me imaginava usando-a no Brasil porque definitivamente aqui as pessoas são mais arrumadas do que onde moro nos EUA, então dá gosto de caprichar no visual (e, na minha opinião, ela tem um ar festivo)! Adoro o tecido acamurçado e o movimento que as franjas conferem (sinto vontade de ficar rodopiando, kkkkk).

Como a saia puxa pro azul marinho, pensei numa combinação que remetesse à moda navy. Então, quando vi na Burberry esta blusa listrada, na hora pensei que juntas dariam um bom caldo! Curti o decote canoa por ser diferente do que já tenho. Além disso, a manga 7/8 caiu como uma luva diante da mudança de clima – naquela noite choveu bastante e refrescou geral.

Seguindo o mood náutico, aproveitei para estrear a segunda bolsa que me dei de presente: uma vermelha de matelassê em couro. Apesar de não ser fã da cor, fiquei apaixonada quando a vi na loja da Michael Kors. As correntes douradas são chiques e versáteis: posso carregar no ombro ou na transversal. Admito que fui impulsiva ao comprar duas bolsas de uma vez só (a outra apareceu neste post), porém eu tinha a desculpa da viagem ao Brasil, do meu aniversário e blá blá blá. Como diz minha mãe: mais vale um gosto do que o dinheiro no bolso, haha!

De calçado, preferi algo neutro para compensar o achatamento do comprimento midi: fui com uma sandália nude de verniz cheia de tiras que preenchem o peito do pé (amo modelos assim). Apesar de tê-la comprado na Santa Lolla há três anos, percebi pelas vitrines das lojas que o verniz voltou com tudo (visitei vááários shoppings nos últimos dias, haha)! Fica a dica para quem gosta deste acabamento brilhante em sapatos!

A saia de franjas apareceu no blog ano passado em um look de verão com t-shirt branca e scarpin pink:

Modéstia à parte, eu adorei esta produção, pois combinei as peças de um jeito moderno, mas sem perder de vista a referência navy! E vocês, o que acharam? Quero saber se estão curtindo acompanhar minhas andanças durante esta estadia temporária em terras tupiniquins!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Look com o novo vestido de tigre

Oi, gente! Estão curtindo o Carnaval? Eu vim visitar os sogros em Ribeirão Preto e tô aproveitando para saciar algumas lombrigas gastronômicas que cultivo há anos, hehe! Na sexta-feira passada, fomos jantar em uma pizzaria que amo (só de lembrar a boca saliva novamente) e, antes de sair de casa, claro que pedi ao marido para registrar o look. Apesar da boa vontade dele, as fotos em ambiente fechado (com pouca luz) não ficam grande coisa, mas acho que dá pra ter ideia do que eu estava vestindo diante do calor:

O protagonista da vez foi o vestido com estampa de tigre que comprei em setembro do ano passado na Target (rede de supermercados nos EUA). Na época, ia viajar para Miami e o levei na mala, porém faltou oportunidade para usá-lo e agora, com a vinda ao Brasil em pleno verão, era o momento perfeito. A modelagem é a favorita da vida: justo da cintura pra cima e com a saia rodadinha (o tecido grosso, tipo neoprene, favorece este caimento). Já o detalhe dos frisos ajuda a delinear a silhueta, enquanto que a padronagem (mais minha cara, impossível) agrega informação de moda.

Como a roupa já fala por si só, apostei em complementos pretos, mas nem por isso básicos. A sandália tem estas “asas” douradas de metal que conferem uma certa imponência, preenchendo o peito do pé do jeito que gosto. É, com certeza, um calçado que empodera o visual e faz total diferença!

Outra novidade foi a bolsa de franjas de suede que comprei na Burberry – também pensando na viagem ao Brasil (tudo era desculpa pra montar looks bacanas, haha). Tô na fase das bolsas pequenas, porém esta nem cabe minha carteira – acabei levando um porta-cartão com os documentos. De qualquer maneira, sei que é uma peça especial que valia o investimento. Ah, estava esquecendo de falar sobre as unhas, que fizeram sucesso no Instagram! Acreditam que são postiças? Nestas férias, estou colocando pra jogo todas as versões firulentas que não posso usar por conta do trabalho. Pra quem se interessar, a marca é ImPRESS e tem post sobre ela aqui.

Arrematei a produção com brincos dourados de correntes, além de relógio e pulseira com strass. O batom roxo (é roxo mesmo!) garantiu um toque extra de cor “colorida”.

A sandália preta estava encalhada na sapateira há dois anos desde que estive em Itatiba (interior de SP, onde morei a vida toda). Na época, combinei com a saia de onça e blusa de renda, num contraste de estampa com textura:

Pra minha surpresa, depois que saí de casa caiu o maior temporal em Ribeirão Preto e na pizzaria senti um leve friozinho com este vestido. Inacreditável, pois RP é uma cidade muuuuito quente e eu estou habituada com climas mais amenos. A questão é que novamente errei na mala: até trouxe pro Brasil uma jaqueta jeans, mas ela ficou em Itatiba porque o marido me convenceu de que ela não seria necessária aqui. Aprendi que a gente nunca pode subestimar o poder de São Pedro, haha! Agora é rezar pro calor se manter firme e forte!