Primeiros dias com a Annalise em casa

Tá difícil arrumar tempo de postar aqui no blog, afinal, com uma recém-nascida, são muitas as aventuras e os desafios diários, haha! Já é normal eu não tomar café da manhã e comer a hora que dá... Ontem, por exemplo, consegui almoçar era quase 4 da tarde. A prioridade é a Annalise – e eu fico em segundo plano. Tudo certo; eu sabia que seria assim e já até me acostumei com essa nova rotina.

O bom é que me recuperei super bem do parto. Engordei 8kg durante a gravidez e em 10 dias já tinha eliminado tudo (fiquei surpresa como voltei rápido)! Também não tive estrias, que eram um dos meus receios, então nem posso reclamar! Nos primeiros dias em casa até dei uma abusada, subindo e descendo as escadas várias vezes – aí é claro que me senti esgotada fisicamente e com dores no corpo. 

O que eu percebi é que aquele papo “quando o bebê dorme, você tem que dormir também” é meio furado. Tenho pendências para resolver que descansar fica para depois. Tanto que na primeira semana se eu dormi 5h foi muito. Atualmente consigo dormir 2h direto, graças a Deus, mas até me impressionei com minha capacidade de “funcionar” com poucas horas de sono. 

O duro é quando a Annalise chora e não conseguimos identificar o motivo. Já mamou, a fralda tá limpa, tá quentinha... E aí, o que a incomoda? Vamos tentando diferentes técnicas até acalmá-la. Eu pego no colo sim, pelo menos neste início, e não acredito que vou acostumá-la mal... Ela viveu na minha barriga por 9 meses, onde estava totalmente segura. Quero que ela sinta no meu colo a mesma proteção! 

Como uma mãe de primeira viagem, é óbvio que bate insegurança... Será que estou fazendo a coisa certa? Mesmo com meu instinto materno, tem horas que fico perdida... O bom é que tudo vai melhorando semana após semana. Cada dia aprendo algo novo sobre minha bebê e assim vamos nos entrosando melhor. Admito que ainda tenho medo da Síndrome da Morte Súbita Infantil (que é a terceira maior causa de mortalidade em crianças de até 1 ano aqui nos Estados Unidos) e, por isso, às vezes fico checando se ela está respirando enquanto dorme (#quemnunca?!). Durante a noite, qualquer barulhinho que ela faz também me acorda, então é difícil dormir tranquilamente. Porém, já cheguei até a delirar que ela estava chorando quando, na verdade, dormia como um anjo – e o choro era invenção da minha cabeça, kkkkk! Vejam que loucura! 

Felizmente, tenho uma boa rede de apoio. O marido e a minha mãe se revezam para me auxiliar de madrugada, que é a hora mais tensa porque todo mundo quer descansar. Então, com essa ajuda, conseguimos agilizar as atividades. Eu dou de mamar e daí enquanto alguém troca a fralda dela e a coloca para nanar de novo eu já vou tirando o leite que “sobrou” com a bomba elétrica (pois isso estimula a produção de leite! Se vocês quiserem posso fazer um post só sobre amamentação). 

Como eu já imaginava, o marido está se saindo um paizão. Faz tudo o que precisa para cuidar bem da nossa filha – e baba até dizer chega! Minha mãe também tem sido uma mão na roda, porque além de curtir a netinha também me auxilia com as tarefas domésticas. Claro que eu e o marido daríamos conta, mas com uma terceira pessoa tudo fica menos difícil. Ontem, por exemplo, conseguimos lavar roupa e os banheiros enquanto a Annalise tirava uma soneca. Hoje demos uma geral no resto da casa – porque eu gosto de organização e não conseguiria viver numa bagunça completa. Não quero nem ver quando chegar a hora dela voltar ao Brasil!

Bom, vou ficando por aqui, pois está na hora de amamentar novamente. Apesar do cansaço, tô amando esta nova fase da minha vida e sou muita grata a Deus por ter me abençoado com uma bebê tão doce (minha mãe, com toda a sua experiência, diz que ela é super boazinha). Acho que sou eu que a irrito com a quantidade de fotos que fico tirando dela..! Como bem resumiu uma amiga: “nasce uma mãe, nasce uma paparazzi”, hehe! Mas é impossível não registrar as caras e bocas que ela faz – me digam se não é pura fofura?! Mamãe lambe a cria mexxxxmo!

Eu e meu pacotinho de amor desejamos um lindo final de semana pra vocês! Obrigada pela visita!

Comentários

  1. Thais França04/12/2018 03:31

    Estou acompanhando e aprendendo! Meio que amenizando meus medos! Linda mãe, vc! A Annalise... nem se fale! Que boneca! ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk, até porque o medo é inevitável, né? Vai fundo que tenho certeza que você será uma excelente mãe <3 E obrigada pelo comentário fofo!!

      Excluir
  2. Que linda!!! Que Deus a proteja sempre! Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém 🙏🏼!!! Obrigada pela visita e comentário =)

      Excluir
  3. Que delícia você compartilhar esses momentos com a gente. Realmente a mãe não dorme mesmo...kkkk. Me identificando em tudo. Sua filha é uma boneca. Linda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é: dormir é para os fracos, kkkkk! Fico contente que gostou do post, Aline!! Beijos e obrigada pelo comentário =)

      Excluir
  4. Olá, Camila!!! Fiquei um tempo sem comentar, mas sempre acompanhando o blog. Parabéns pela Annalise!!!! Ainda não sou mãe, mas aconselho: pega no colo mesmo, aproveita mesmo, agora é hora de aconchego, ao longo da vida ela vai aprender sim os limites que você e seu marido impuserem, não liga pra esses manuais não. Ai, eu desabafando... Tão cansada de certas regras... oras, agora você é mãe e vai saber como conduzir sua filha. E também se aprende errando... então curte mesmo essa nova fase, se permite errar, acertar, faça o melhor que você puder com as armas que tem agora rsrsrs. Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que bom saber que você está sempre por aqui, Ana Emilia! Me alegra saber disso! E pode deixar que tô carregando e grudando nela até dizer chega, kkkk! Não resisto a essa fofolete que tenho em casa! Depois eles crescem e nem querem mais saber da gente, hehe! Um beijo e obrigada pelo comentário =)

      Excluir

Postar um comentário