Pra inspirar: looks com bota over the knee

Eu estava com vontade de fazer este post há tempos (pois se trata do meu modelo favorito de bota), mas somente agora consegui me dedicar com carinho a ele! Então, vamos lá: já falei 35612257391 vezes que a “over the knee” promete ser a estrela do Inverno 2016. Agora, quero mostrar o quanto ela é versátil e democrática! Sim, ao contrário do que muita gente pensa, esta bota (que cobre o joelho) não está restrita às mulheres magras e altas – todo mundo pode usar! Basta prestar atenção em alguns aspectos:
  • Quanto mais justa na perna, menos volume acrescenta na silhueta
  • Modelos de bico fino e com salto alto ajudam a alongar mais
  • Se está acima do peso, priorize o salto grosso

Confira outros truques abaixo:

Alternativa 1: o jeito mais fácil é combinar com calça jeans skinny! Na parte de cima, dá pra colocar tanto um suéter estampado ou sólido de cor forte ou até fazer a linha fashionista com um casaco de pelúcia, que é a cara da temporada. 

Alternativa 2: pra variar o jeans básico, aposte numa calça branca de sarja e coordene com um casaco gordinho, assim a bota de cano longo vai deixar o visual mais arrumado. Também dá pra compor um look all black, misturando diferentes texturas (como o couro e o tricô) para quebrar a monotonia. Inclusive, mulheres baixinhas devem optar por calças em cores parecidas com a bota para evitar o corte da silhueta. Se não se importar com o achatamento, invista em tonalidades não tão óbvias, como verde e burgundy.

Alternativa 3: para uma produção mais feminina, abuse das saias. Sei que muita gente tem preconceito com a OTK, achando que pode ficar com aparência de piriguete, mas tudo depende da combinação e modelagem dos complementos! Com minissaias, opte por modelos soltinhos para um resultado sexy na medida. Se gostar do comprimento midi (que já é recatado), pode ser tanto a lápis quanto evasê. Apenas leve em consideração a diferença entre a cor da bota e o que está mais próximo dela (pele, saia ou até meia-calça). Quanto menor o contraste, mais longilínea você parecerá. Daí, vale atrair a atenção da cintura pra cima.

Alternativa 4: seguindo a mesma ideia, adote os vestidos caso queira reforçar a sensualidade já transmitida pela OTK. Lembrando que mulheres de todas as idades podem aderir a essa moda (não é coisa de mocinha). Repare na segunda imagem como a blogueira americana Jo-Lynne Shane, que já passou dos 40 anos, montou uma produção comportada com um vestido de decote careca e comprimento perto do joelho. Finalizou com belos acessórios, como o colar comprido e a clutch, garantindo elegância e adequação.

Alternativa 5: quando esfriar, adicione um casaco comprido – de preferência com barra próxima à do vestido ou maior. Para sair da mesmice, recorra aos tons pastel, que costumam ficar esquecidos no inverno. 

Alternativa 6: quer mostrar as pernocas, mas de um jeito despojado e confortável? Combine com shorts jeans. Como ele é curto, a dica é cobrir a parte de cima, fazendo o jogo revela-esconde para não cair na vulgaridade. 

Alternativa 7: os macaquinhos (ou conjunto de blusa e shorts) saem do comum e são uma boa opção para incorporar uma peça de verão no outono. Se sentir frio, a sobreposição do trench coat ou blazer contribuirá para sofisticar o look.

Alternativa 8: assim como a saia midi, a pantacourt também fica excelente com a bota em questão. Desta forma, você não precisa esperar o calor voltar para desfilar com a calça mais estilosa dos últimos tempos. 

Alternativa 9: se o visual estiver sem graça, incremente com coletes. Pode ser tanto um modelo de pelúcia quanto um clássico de alfaiataria ou informal com pegada militar. Quanto mais camadas, mais interessante é a proposta!

Alternativa 10: pra terminar, brinque com diferentes volumes ao coordenar com poncho, um dos principais hits da estação. Por baixo, vale tanto uma saia quanto shorts ou vestido. Mulheres com shape curvilíneo também podem marcar a cintura com um cinto largo.

Ficou desejando uma over the knee, mas ainda acredita que ela não foi feita pro seu corpo? Ouça meu conselho: ao menos experimente para ver como se sente! Depois, é só encontrar um jeito de usar que te agrade – inspirações não faltarão! 

Crédito das imagens: REPRODUÇÃO

Comentários

  1. Camila adorei as dicas, por morar em Curitiba uso bastante a minha “over the knee”!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eeee, fico contente de saber, Vanessa! Tenho certeza de que elas são bem úteis para encarar o frio de Curitiba!
      Um beijo e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  2. Carol - lookseachados15/04/2016 09:37

    Eu acho linda essa bota, mas elas nunca ficam acima do joelho em mim :((( Tenho duas de cano bem longo, mas qd eu calço, param exatamente na altura do joelho. Eu digo que são "in the knee" kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, que pena, Carol! Também, você ficou muito tempo na fila da altura, rsrs... Beijos e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  3. Camila, adorei o post e as diquinhas! :)
    vou usar e abusar da que ganhei...e já comprei outra caramelo que estou esperando chegar rsrsrs agora é só colocar em prática ;)

    bjs
    Marcela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente de saber, Marcela! Tenho certeza de que você vai arrasar com esse modelo de bota!
      Beijos e obrigada pelo comentário!

      Excluir

Postar um comentário