Look com o legítimo trench coat da Burberry

Oi, gente! Estava viajando semana passada e, por isso, acabei não atualizando o blog, porém fotografei vários looks que renderão posts bacanas. Aguardem! Por enquanto, confiram uma produção que usei antes de viajar:

Como uma apaixonada pelo mundo da moda que sou, ter algumas peças icônicas do universo fashion significa muito para mim. O trench coat da Burberry, por exemplo, estava na minha lista (imaginária) de consumo, mas era um desejo ainda mais distante do que a bolsa da Louis Vuitton! Porém, a vida nos surpreende e, como desde ano passado estou trabalhando no outlet da marca, tudo ficou mais acessível, especialmente com meu desconto de funcionária, haha!

Me encanta saber que um casaco que foi criado há mais de 100 anos para atender às necessidades dos oficiais britânicos se mantém relevante até hoje! Por isso, elenquei abaixo as principais características de um legítimo trench coat – acho legal compartilhar este tipo de informação aqui no blog para vocês entenderem um pouco da história (e design com inspiração militar) por trás da peça. 

Os clássicos trenches continuam sendo produzidos na Inglaterra em gabardine de algodão – tecido respirável e resistente à água criado por Thomas Burberry em 1879 (e que se tornou uma invenção revolucionária entre os casacos de chuva, pois até então eles eram pesados e desconfortáveis). Como atualmente há variações de cores, comprimentos e modelos, eu optei pela versão azul marinho com o corte slim (modelagem conhecida por Sandringham) por ser mais ajustado ao corpo. Até cogitei de comprar a cor “mel” da foto acima, que é a tradicional, porém não funcionou com meu tom de pele (fiquei amarelada). 

Claro que mesmo com os descontos este casaco é a roupa mais cara do meu armário (no outlet custava US$ 1.260, mas paguei menos da metade). De qualquer maneira, encarei como um investimento em função da qualidade (vai durar anossss) e versatilidade: transita do dia para a noite e combina com calça, saia, vestido – do look descontraído ao mais elegante! Sem falar nos truques de styling que ele proporciona: mangas arregaçadas, colarinho levantado (destacando a estampa xadrez) e o cinto amarrado nas costas – afinal, não preciso usá-lo sempre fechado!

Em contrapartida, o tecido não esquenta, então é essencial apostar em camadas para ficar quentinha. Neste dia, resolvi coordenar com o suéter branco listrado, fazendo referência à tendência navy que muito me agrada. Agora na temporada de outono/inverno, os suéteres são meus melhores amigos e as listras ajudam a agregar mais informação ao look. Um verdadeiro curinga do meu guarda-roupa, pois vai com tudo!

Estreei também o novo jeans de lavagem clara que encontrei no saldão da Gap. Eu precisava de mais uma calça? Óbvio que não! Maaaas estava tão barata e eu uso tanto este modelo skinny (especialmente em dias frios com botas de cano longo) que não deu pra resistir – é daquelas compras acertadas que se pagam rapidamente. Engraçado que eu não colocaria esta calça clara com um casaco preto, por exemplo, porque o alto contraste me incomoda, porém com azul marinho acho que harmonizou e ficou suave! 

Dobrei a barra para evidenciar o oxford flatform que eu não usava há meses! Até pensei em calçar o meu amado tênis branco, mas no final preferi o oxford por ser mais estiloso (e igualmente confortável). 

Arrematei com a bolsa caramelo de couro e com os brincos de pedras rosas, a fim de conferir um toque alegre e romântico ao visual, já que os tons predominantes eram neutros e sóbrios. Uma pitada de feminilidade sempre cai bem, né? Ah, e sobre meu cabelo, desisti de tentar alisá-lo diariamente. A última escova progressiva que fiz em casa não deu certo, então por enquanto vou deixá-lo enrolado e fazer cachos com o Miracurl para dar uma moldura bonita ao rosto.

O suéter listrado apareceu no blog pela primeira vez no início do ano, quando coordenei com um casaco vermelho de lã, calça jeans e galocha preta:

Agora quero saber: o que vocês acharam da minha aquisição? Comprariam algo parecido? E, por ironia do destino, aqui tem um post de 2015 em que dei dicas de como combinar o trench coat azul marinho – vale a pena ler para se inspirar, pois ele é super adequado ao clima do Brasil!

Comentários

  1. Eu acho lindo de viver esse casaco. Demais! Acho que deveria ter feito o investimento sim. Ainda mais com uma oportunidade de desconto tão boa. Esse oxford é lindo. Aqui deu pra ver ele em detalhes mais do que no instagram. Eu amei. Muito ryco esse casaco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... vai saber até quando terei descontos como funcionária, né? Kkkkk! O oxford em contrapartida foi barato - ainda bem, porque uso pouco!
      Obrigada pelo comentário, Aline querida! Beijosss

      Excluir
  2. Adorei as dicas, Camila! Se vc puder, gostaria de algumas dicas sobre os perfumes Burberry...quais vc gosta mais, quais são os mais vendidos? Obrigada e um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Cristiane! Na loja eu tenho vários perfumes femininos: Classic, Rhythm, Sheer, vários da linha Body, My Burberry, porém o meu preferido é o Burberry Brit! Uso todos os dias, haha! Passa lá qualquer hora para você provar =)

      Excluir

Postar um comentário