A intolerância virou moda

Faz tempo que eu estou ensaiando para escrever sobre este assunto e, depois de acompanhar os looks das blogueiras para prestigiar os desfiles das semanas de moda de Nova York e Londres, percebi que o momento chegou. Preciso colocar meu ponto de vista e já adianto que quero saber a opinião de vocês também. Não sei se eu estou enxergando pelo em ovo, mas certas coisas não entram na minha cabeça... 

Fico abismada de ver como a intolerância está cada vez mais presente nas redes sociais e xingar o que uma pessoa veste passou a ser algo corriqueiro. Vejamos o que aconteceu quando Thássia Naves e Camila Coutinho usaram pantacourt com bota em plena NYFW. Nos comentários, li gente chamando a produção de “horripilante”, “cafona”, “ridícula”, “horrorosa”, “bizarra”, “cada dia pior”, “Deus me defenda, que coisa feia”, “faltou espelho em casa” e por aí vai (sim, foram estas as palavras empregadas)... Hoje, tendo a experiência de morar em um país onde ir ao supermercado de pijama não causa estranheza muito menos olhares tortos, percebo o quanto a brasileira é preconceituosa. Parece que todo mundo quer produtos novos, porém acaba ficando seeeempre nas mesmas modelagens/estampas/cores. Daí, quando alguém resolve testar uma peça diferente, acaba sendo detonada, como se tivesse “errado”. Se quiser ser chamada de linda, elegante e sofisticada, tem que seguir o mesmo “padrão”. Mas a pergunta que não quer calar é: cadê a liberdade para ousar? 

Até eu, que não sou famosa nem nada, fui criticada quando postei no Instagram meu look com pantacourt e bota. Ainda bem que a maioria das meninas foi educada comigo, porém me chamaram de vaqueira. Não estou defendendo este tipo de calça porque me agrada, mas sim analisando a falta de bom senso da galera. Pra mim, está nítido que quando o assunto é estilo a primeira reação da mulherada é a rejeição.

Felizmente, durante estes quatro anos de blog, eu recebi pouquíssimas ofensas, porém uma delas me marcou. Eu havia postado um look arrumadinho em tom pastel com calça, camisa e suéter por cima, e nos pés tinha escolhido um tênis de academia bem coloridão pra fugir do óbvio. Pois a “leitora” se deu ao trabalho de deixar um comentário – anônimo, diga-se de passagem –, afirmando que se fosse eu “teria vergonha de sair desta forma”. Senti uma energia tão ruim que pensava: que intimidade é essa que a pessoa acha que tem comigo a ponto de dizer isso? Só porque sou blogueira e me “exponho” tenho que receber pedradas se eu não agradar? Isso está MUITO errado!

A verdade é que ninguém é obrigada a gostar de nada – até porque feio e bonito são conceitos relativos –, mas não precisa partir para a grosseria na hora de tecer um comentário. Respeito e educação são o mínimo que podemos esperar das relações humanas! Será que essa leitora que me agrediu gostaria que eu dissesse o quanto ela ficou medonha com determinada roupa? Que tal se colocar na pele do outro?

A mensagem que eu quero deixar para vocês é: tentem manter a mente aberta e jamais condenar uma novidade antes de experimentar no corpo. Sim, avalie no seu, não no de outra mulher, pois o resultado nunca será igual. E se tanto os looks que posto aqui quanto no Instagram não servem de inspiração para quem me acompanha, fique à vontade para seguir outras bloggers. O que não falta na internet é gente fazendo as mesmas combinações, sem criatividade alguma. Mais amor e menos preconceito, por favor!

Comentários

  1. Sempre verdadeira nas suas colocações, adorei o post. Eu mesma que nem sou blogger e me visto bem "normal" ja recebi críticas de pessoas do meu convívio mesmo. Camila vc está certíssima. Viva a democracia fashion.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, fico muito contente de saber que você gostou do post, Veronica! Eu pensei muito se postava ou não, mas é algo que está me incomodando há tempos, sabe? O mundo precisa de menos gente chata, haha! Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
  2. Arraaaaasou!! Bem isso!!! Já se foi o tempo que as coisas tinham que ser combinadas! Hoje, vale a moda do "sentir-se bem, sem ser extravagante"! Achei a produção delas massa... Tenho carão pra usar... Mas, aqui no meu calorzinho não rola!!! Mas acho TOP! Arrasou, Camila! Tô contigo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Fláviah! O legal é ser você, acima de qualquer modismo! Mas é tão chato quando a sociedade preconceituosa fica nos "podando", né? De qualquer maneira, ainda tenho esperanças em um mundo melhor!
      Um beijo e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  3. Sabe Camila, passei muito tempo me escondendo, não ousava em coisas que gostaria de vestir com medo da retaliação...
    Já faz um tempo que venho trabalhando isso em mim e hj o que importa é como me sinto!
    Infelizmente o Brasileiro é muito preconceituoso sim! A prova é quando viajo para os outros estados e digo que sou do Amazonas, as pessoas não se mostram apenas preconceituosas, mas desinformadas também, achando que vivemos no meio do mato, com os bichos selvagens da região...dá vontade de rir as vezes de tamanha ignorância. Mal sabem que Manaus é a 5° maior economia do Brasil.
    Inclusive na minha própria região por ser muito quente, imagina alguém usando bota? A pessoa é índia e sem noção! É, somos taxados dessa forma. Coisa que também não sabem que os índios da minha região ultilizam os recursos de tecnologia como a criança que nasceu na cidade rodeada de toda tecnologia que se possa imaginar.

    As pessoas perderam a noção das coisas, os valores se perderam faz tempo, respeito é o mínimo que se espera por ser diferente!

    Mais AMOR!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te entendo, Rosiane! Poxa, que triste isso, né? Ainda bem que você superou, porque o mais importante é agradar a si mesma, independente da opinião alheia. Eu penso que muitas pessoas que criticam gostariam de ter a coragem de fazer diferente! E juro que não entendo o preconceito com as botas - é apenas um calçado!!! Precisamos realmente se colocar mais na pele do outro pra quem sabe construir um futuro melhor!
      Um beijo e obrigada pelo comentário!!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Fico muito contente com sua visita aqui!!

      Excluir
  5. Camila, concordo plenamente contigo. Ninguém é obrigado a gostar de nada, e também se não curte o look ou o estilo, nem sei porque continua seguindo e não entendo mais ainda que se dão o trabalho de comentar! O que acho é que o no mundo está faltando amor e respeito a si próprio e ao próximo! São pessoas que muitas vezes querem descarregar seus medos, frustrações e desacertos em cima de outros que estão vendo que seguem adiante e estão felizes! Me lembro desse eu look com tênis e me lembro também que o achei criativo quando postou, embora eu mesma tenho bastante dificuldade em usar tênis em looks arrumadinhos assim! Mas então o que? Porque eu não uso, você também não deve usar?!!! É brincadeira né!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Grasi! A questão não é gostar ou não, e sim respeitar o look alheio! E assim como você não entendo quem gasta tempo e energia xingando as pessoas nas redes sociais... Será que não tem nada melhor pra fazer na vida?
      O comentário na época me chateou em função da maldade, sabe? Quem era aquela pessoa pra me atacar a troco de nada? Mas depois ponderei que infeliz é ela, não eu... Cada um oferece aquilo que pode, né?
      Um beijo enorme e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  6. Lindece Euzebio28/02/2016 15:39

    Camila é quase certo que quem critica desta forma pesada o look de alguem não tem nenhuma criatividade na hora de se vestir, pois acredito que quem possui um mínimo de criatividade possui também uma mente aberta pra olhar e talvez tentar entender aquele look.
    Continue com sua forma autêntica pois serve de inspiração para mim e com certeza para muitas outras mulheres e acredite, que infelizmente havera muitos comentários ridículos, pq uma coisa é você fazer uma critica outra é tentar humilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo contigo, Lindece! Acho que, na verdade, é muita gente frustrada (com medo de ousar) que prefere ofender quem se atreve a ser diferente, a sair da caixinha! Mas tudo certo... Eu fico feliz que tenho leitoras que gostam dos meus looks e do meu estilo. Graças a Deus as infelizes são minoria aqui!
      Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir
    2. Raquel Rodrigues29/02/2016 09:42

      Perfeito post, eu também ja fui bastante apegada aos que os outros iam achar, hoje em dia eu quero é me sentir bem e pronto. E essas críticas agressivas não valem a pena levar a sério, todo mundo tem direito de gostar ou não, mas respeitar o gosto alheio.

      Excluir
    3. Ao escrever o post, eu lembrei de você, Rá! Achei o cúmulo quando você comentou que recebe olhares tortos por usar bota aí onde mora! Como assim, gente?! É só um calçado, afinal!
      E eu super te incentivo a continuar usando seus looks lindos (e com peças polêmicas, como a pantacourt) porque você arrasa!!
      Um beijo e obrigada pelo comentário!

      Excluir
  7. Também acho absurdo isso. Se não gosto de determinada peça ou look, simplesmente não falo nada. Esses dias tb recebi um comentário "horrível" num look meu. Mas eu gostei. Não To nem aí. E não entendi porque a "leitora" teria vergonha de um look desse. Lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho, Aline! Nõ precisa gostar, mas agredir quem está vestindo é demais! Parece que as pessoas se irritam com o look do outro - que nem afeta a vida delas!
      Sobre a leitora, ela não era nem obrigada a comentar, então fica nítido que o intuito era ser importuna mesmo. Só me irrita a balela que "blogueira tem que aguentar crítica porque se expõe". Faça-me o favor, né? Opinar tudo bem; ser maldosa não. Aqui no meu blog não!
      Obrigada pela visita e comentário, viu? Boa semana!

      Excluir
  8. Ola Camila que bom tocou neste assunto pois eu penso que moda euma questao de gosto pessoal e nao de gosto de terceiros. quem decide o que vou usar sou eu e nao o que os estilistas colocam na semana de moda ,prezo pelo conforto e pelo caimento que a roupa que visto sem contar que com a crise no nosso pais temos e que ser criativas e usar ao maximo o que temos no armario e comprando o que realmente for necessario no momento ,e por outro lado nao consigo entender nada das mensagens de moda que os estilistas passam nos desfiles e assim sigo me vestindo de acordo com meu estilo de vida com minhas necessidades e nao contando com o que esta na moda !! espero nao ter sido ofensiva pois nao foi minha intençao ! bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, Jussara! Você não foi nada ofensiva; ao contrário, só contribuiu com a sua opinião - e eu acho que você está certíssima em usar o que gosta, te favorece, independente dos modismos. A parte boa de "estar na moda" é que a oferta daquele produto aumenta, então quem se identifica pode encontrar com mais facilidade, mas só deve usar quem gostar mesmo! Acho que você está no caminho certo!
      Obrigada pelo comentário e carinho!

      Excluir
  9. Camila seu look esta mto lindo eu usaria com prazer !! o tenis ficou !!bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente de saber que gostou do look! Beijos e boa semana!!

      Excluir
  10. Oi Camila
    Acho que o que está faltando hoje em dia é a sororidade entre as mulheres. Estamos acostumadas a criticar as outras mulheres e enaltecer os homens - e isto para qualquer assunto ou postura. Tenho lido muito sobre isso nos últimos tempos e com isso mudado bastante meu ponto de vista e postura sobre vários assuntos. Saí da minha zona de conforto e analisando bem, não era conforto nenhum, era ignorância.
    Sempre gostei de looks diferentes e modas novas. Mas mesmo assim é fácil criticar. MAs colocar-se na pele dos outros, nem sempre fácil. Por isso que o exercício diário da sororidade faz uma diferença incrível. Vale a tentativa.
    Abração :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo contigo, Monica! Falta união, porque as mulheres não se reconhecem como amigas e sim como rivais. Daí vem a intolerância, o preconceito, as grosserias... E muitas vezes a troco de nada, né? Isso é o q me dói na alma! Precisamos julgar menos e se solidarizar mais!
      Obrigada pela visita e comentário, viu?!

      Excluir
  11. Olá, Camila! Também gostei muito do post, pois penso como você. A tamanha falta de educação e o desejo de humilhar o outro me entristecem, porque parece que essas pessoas gostam mesmo é de ofender. Às vezes também não gosto de alguma peça e isso é normal, mas respeito a produção e adapto ao meu gosto. Não sou totalmente fashion, mas gosto de colocar alguma informação de moda, e alguns não gostam e outros adoram. Acho que certas opiniões devem ficar para nós. Tinha uma amiga que vivia criticando as cores de batom que eu escolhia, toda vez que me via, tecia um comentário sobre a escolha da minha maquiagem. No início, não me importava, achava que era só uma opinião de momento, mas depois aquilo começou a me incomodar porque era recorrente. Então, comecei a observar que normalmente eu recebia elogios pelos meus batons e não críticas. Aí, percebi que o problema não era meu batom... entende? Infelizmente fui me afastando cada vez mais. Não é não saber lidar com crítica... A crítica dela era recorrente, parecia que queria me colocar pra baixo toda vez que nos víamos. Sinceramente, fui cansando. E ela não mudava, só criticava. Oras, isso pra mim não é amiga. Porque eu gosto de elogiar as pessoas. Se eu não gosto de uma roupa, prefiro não comentar nada. Não acho que isso é falsidade, é parcimônia. Eu quero abrir a boca se for pra acrescentar, não pra diminuir o outro. Enfim, acho que falta é limite nas pessoas. E adorei o look com tênis, eu usaria porque adoro esses looks arrumados com uma quebra na formalidade. Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Emilia! Essa questão da humilhação é muito profunda - como se quem lesse o comentário fosse de ferro e não tivesse sentimentos, né?!
      Sobre o que você comentou dos batons, eu acredito que essa sua "amiga" gostaria era de usar os mesmos batons que você, mas por qualquer motivo ela não o fazia e preferia te atacar pra não ter que vê-la usando mais! É uma atitude típica de quem não tem coragem de ousar...
      Vou te confessar que, depois que fiz o curso de Consultoria de Imagem e lapidei meu estilo, comecei a me vestir do jeito que eu sempre quis (refletindo quem sou por dentro) e isso gerou certo "incômodo" entre alguns amigos próximos... Algumas pessoas passaram a dar aquelas cutucadas por algo que eu usava, mas aí percebi que era só inveja da minha autoestima e autoconfiança. Então, nem dava bola, porque sei que na verdade elas também gostariam de se arriscar, mas o medo as paralisava - enquanto que eu procuro me divertir com a moda, sem receio de fazer feio, porque o importante é agradar a mim mesma! E aí não tem look que a gente não segure, né?
      Muito obrigada pelo comentário, viu?! Bjs e boa semana!

      Excluir
  12. Camila seu post realmente retrata a realidade atual, que é muito triste por sinal, pois nos últimos tempos sinto que as pessoas estão se tornando cada dia mais intolerantes e se sentindo donas da verdade, isto é algo que não acontece apenas nos blogs de moda, mas é recorrente no dia a dia confundirem sinceridade com falta de bom senso e educação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito triste mesmo, Vanessa! Me pergunto onde vamos parar..! Parece que as pessoas não sabem mais o que significa respeitar o próximo! E a internet parece que estimula muito as agressões, já que é fácil se esconder atrás de uma tela, né?
      Obrigada pelo comentário, viu?! Bjão

      Excluir
  13. Super concordo com você!!! As vezes eu penso em perder a esperança com o ser humano, pois as pessoas estao tao intolerantes, tantas coisas ruins acontecendo pelo mundo, mas acho q temos q fazer nossa parte e continuar naquilo q gostamos e q nos faz feliz e qm saber inspirar os outros a serem melhores !!! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Thata! Eu vou continuar sendo eu mesma nesta questão de moda/estilo, com ou sem o apoio das pessoas. Só não gosto da grosseria, sabe? Mas cada um oferece o que pode, né? Rezemos para que um dia as coisas melhorem!
      Um beijo, querida!

      Excluir
  14. Carol - lookseachados08/03/2016 09:30

    Receba meus aplausos por esse post de pé, Camila! Faço minha suas palavras.
    Por exemplo, eu acompanho a Thassia e já li mtos comentários grosseiros com ela. Chegou a um ponto que ela fez um post desabafando que não entendia o pq daquilo tudo. Gente!!! Não gostou, não curta nem comente. Ou se quer comentar como forma de expor sua opinião ou tentar dá um "toque" na pessoa, faça-o de uma forma educada. Tb não consigo entender o que leva uma pessoa a ser tão grosseira assim com os posts das outras.
    E é como vc falou: cada um tem seu estilo. Umas gostam de montar looks com sua pintada de estilo individual. Outras gostam de seguir fielmente o que a moda prega em dado instante. O importante é a pessoa se sentir bem com a roupa. Se tá bonito ou feio, é questão de gosto pessoal. Basta respeitar o gosto do outro, e pronto. Ninguém tá sendo obrigado a usar a roupa que foi postada pelo outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Carol: a falta de bom senso e educação das pessoas já passou dos limites! Ninguém é obrigado a gostar de nada e também não precisa só comentar quando gosta, mas a maldade com as palavras é algo inadmissível pra mim! Como se do outro lado da tela não fosse um ser humano, com sentimentos, que irá ler a grosseria...
      Fico contente de saber que você concorda com meu ponto de vista! Muito obrigada pela visita e comentário! Bjão, Carol!

      Excluir
  15. Nossa Camila, compartilho totalmente da sua opinião. As pessoas criticam como se apenas o que elas acham ou estão acostumadas é o que realmente deveria ser usado, não abrem a cabeça pra novas opções e por isso não saem da mesmice. Independente se gostarmos ou não, temos que ter respeito para com o trabalho de vocês. Eu ando muito pensando nisso: "Preciso mesmo pensar se todo mundo vai gostar, enquanto eu adorei usar esse negócio meio diferente?"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! As pessoas tomam o que elas acham como verdade universal, como "certo", e não aceitam quando os outros apresentam ideias inovadoras - como se isso significasse "errar" no look. Mas eu não pretendo mudar meu jeito de me vestir para agradar os outros; só realmente quero respeito, já que não sou mal educada com ninguém.
      Obrigada pela visita e comentário!

      Excluir

Postar um comentário